quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Pegando a estrada no oitavo mês

Quando combinamos com meu irmão a visita à NZ, eu já sabia que ia estar no oitavo mês de gestação. Mesmo assim, apostei nos cuidados que eu tive e teria durante toda a gravidez e no fato de eu me exercitar, e planejei toda uma viagem pelo país!

Claro que algumas coisas tiveram que ser diferentes. Por exemplo, já não ia dar pra acampar como faríamos de certeza se eu não estivesse grávida, e nem pra dormir em colchão no chão. Longas jornadas no carro também deveriam ser evitadas. Eu também não tinha planos de fazer trilhas, especialmente durante nossa viagem pela Ilha Norte (entre Natal e começo de janeiro).

Com tudo organizado, Vítor chegou no dia 8 de dezembro. No primeiro fim de semana, eu ainda com 31 semanas, fomos pra Kapiti Island e consegui fazer uma trilha de 4,5 km, de nível fácil a moderado, parando a cada 30 m nos 200 m finais da subida. E no fim, com a trilha terminada, eu me sentia esgotada, o corpo todo cansado. Pensei que essa seria a última.

Pouco antes do Natal saímos de carro a explorar a Ilha Norte. O primeiro dia de viagem foi o que teve a jornada mais longa na estrada – umas 5 horas. Mas foi tranquilo pra mim. Só que nas semanas seguintes isso mudou. Uma hora no carro sem paradas e eu já me sentia desconfortável.

Com tudo isso, ainda consegui fazer duas trilhinhas. Uma em Taupo, no dia 24 de dezembro, 50 minutos de caminhada, mas num lugar plano, em meio às geotermais! E outra em Coromandel, supostamente de 40 minutos, mas de nível mais moderado, com subidas e descidas. Na volta, Vítor levou 25 min, eu (com De) levei 50! O bom é que eu estava viajando com dois homens, e eles eram bem atenciosos comigo. Nas subidas nas trilhas eles até me puxavam!

Outra coisa é a vontade bem mais frequente de fazer xixi. Mas se a viagem é pela NZ, isso definitivamente não é um problema! Aqui tem banheiros públicos e limpos – que sempre têm papel higiênico – a cada esquina! Aí é só saber aproveitar cada parada!

Os cuidados com a alimentação continuam, claro. Mas o fato de o bebê já estar todo formadinho deixa a futura mãe mais tranquila se, por exemplo, não deu pra comer folhas verdes escuras ou tantas frutas num certo dia.

Enfim, há algumas desvantagens de viajar no terceiro trimestre, em vez do segundo, que é quando todos dizem que é a melhor época da gravidez pra sair em viagem. Mas há algumas vantagens também: acabas te mantendo bem ativa, fazendo caminhadas, em tudo os companheiros da trip te dão prioridade, até na escolha dos locais pra comer ou do que vai ser feito de comida, eles carregam as coisas pra ti, te puxam nas trilhas, sempre te perguntam se estás bem, em outras palavras, és o centro das atenções – não que eu sempre goste de sê-lo, mas quando estás com teu marido e teu irmão, isso é bom!! hehe Mas a maior vantagem, na minha opinião, é poder bater fotos de gravidez e da barriga, que agora está num tamanho legal, em lugares lindos e diversos!! O álbum da gravidez acaba ficando variado e interessante! Eu, que curto muito fotos em geral, adorei essa parte! Seguem algumas aqui:










6 comentários:

  1. Mulher corajosa e desbravadora é oooooutra coisa... heheh ... parabéns Dulce, as fotos estão incríveis!
    beijão!
    Carlos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu a força de sempre, Carlos!! bjssss

      Excluir
  2. Nossa Du, vc tá muito fit mesmo! Eu nas minhas 32 semanas já to sofrendo pra caminhar algumas quadras non-stop... não consigo nem pensar na possibilidade de fazer trilha, muito menos uphill!
    Quando crescer quero ser igual a você!! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem que ser andando devagar e sem carregar nada! mas agora eu acho que passo - chega de trilha! Fazer o super já não dá mais pra ser sozinha! Ainda bem que o De ajuda! Tu vais ver, Cris, eles vão ficando cada vez mais fofos! hehe :)

      Excluir
  3. Oi Dulcinha,

    As fotos estão lindas e a viagem deve ter sido maravilhosa!!!! Agora relaxa e aproveta o último mês de gravidez!!! Mas o melhor mesmo acontece quando o bebê está nos nossos braços!! Até sábado!!!

    Ângela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te acredito total, prima! Vontade de dar beijos no meu filhinhooooo! :)

      Excluir